5 dicas para aumentar a conversão no e-mail

Há muitos elementos que colaboram para uma campanha de e-mail bem sucedida, desde garantir que a mensagem seja entrega em caixa de entrada e no momento certo até o conteúdo ser relevante e as ofertas tentadoras. As metas para cada empresa variam muito, mas este post procura ajudá-lo a aumentar a conversão, independente do ramo de negócio. Confira as cinco melhores práticas de e-mail marketing que você deve prestar atenção:


Remetente. Você está usando um nome de remetente que desperta confiança e leva a um engajamento e conversão? Seus destinatários possuem cada vez menos tempo e é provável que verifiquem seus e-mails em um smartphone ou tablet, por isso evite nomes de remetente genéricos e vagos. Utilizando um remetente que seja imediatamente reconhecido aumenta a probabilidade de sua mensagem ser aberta.

Linhas de assunto.Sua estratégia de linha de assunto é projetada e otimizada para maximizar as conversões, ou é apenas para gerar altas taxas de abertura? Os dois nem sempre se correlacionam. Certifique-se de que a linha de assunto é clara sobre o que sua mensagem oferece e está alinhada com os objetivos do e-mail. Não se esqueça de executar um teste A/B para saber qual linha de assunto ou abordagem possui o melhor desempenho.

Abordagem multiscreen.Cada vez mais os e-mail são lidos em smartphones e tablets e a discussão mais comum atualmente é a otimização móvel: como o layout, design e conteúdo devem ser otimizados para as mensagens abrirem corretamente, independente do dispositivo que está sendo utilizado? As marcas devem explorar todos os ambientes onde seus clientes visualizam e-mail e devem reconhecer as condições únicas que podem interferir com as interações através de smartphones e tablets, integrando-os em sua abordagem para linhas de assunto, pré-cabeçalhos, layout e navegação. Lembre-se do seu público: estão levando uma vida agitada e seu e-mail é apenas um dos muitos em suas caixas de entrada.

Dados comportamentais / integrações de sistemas. Melhore a análise de navegação, rastreamento de informações e dados de terceiros, tais como plataformas de comércio eletrônico e softwares de revisão e recomendação de produto para construir e-mails personalizados e altamente dinâmicos. Use o histórico das ações de seus destinatários para dizer o que eles querem ouvir: uma revisão positiva em um produto que já demonstraram interesse poderia levá-los a fazer uma compra.

Campanhas automáticas.Seus clientes esperam e-mails relevantes e direcionados. Se as mensagens são acionados por ações que tomaram, como abandonar um carrinho, o download de um guia de produtos ou visualização de uma página, eles são mais propensos a se envolver e fazer uma compra. Mesmo assim, às vezes eles precisam de um lembrete, um empurrãozinho extra para levá-los a tomar a ação desejada. Considere o uso de segmentação comportamental individual para enviar e-mails automáticos baseados em ações específicas dos destinatários. Você pode se surpreender com o resultado.

Obviamente, existem muitos outros elementos que podem impactar as taxas de conversão, mas otimizar as cinco dicas acima irá ajudá-lo dar um passo forte para engajar mais clientes e prospects e incentivá-los a tomar a ação desejada.


Postado por Augusto Sorgi
Postar um comentário