Nossos inimigos não são os que nos odeiam, mas aqueles que nós odiamos

1- Nossos inimigos não são os que nos odeiam, mas aqueles que nós odiamos

Um ex-prisioneiro de guerra  foi visitar um amigo que havia compartilhado com  ele tão penosa experiência.
- Já esqueceste a prisão durante a guerra? perguntou ao seu amigo.
Sim, disse o outro.
Pois eu ainda não. Ainda continuo a odiar todos aqueles que nos aprisionaram com toda a minha alma.
Seu amigo disse-lhe calmamente:
Então…  ainda te manténs prisioneiro!


2- A maior parte das vezes, os defeitos que vemos nos outros são os nossos próprios defeitos.

-Perdoe-me, senhor -disse o tímido estudante-  mas eu não fui capaz de decifrar o que me escreveste na margen do meu último exame.
-Eu te dizia que escrevesses de um modo mais legível  - respondeu-lhe o professor.
Postar um comentário