O corpo humano


O corpo humano

Millôr Fernandes

[...] Na cabeça a gente ainda tem a cara, que fica na frente, e a nuca que está sempre atrás, por mais que a gente vire pra olhar ela. Os membros são para ter a ponta dos dedos, que senão a gente não podia fazer as contas nas provas de matemática. Os braços servem para proteger a gente da cosquinha, senão a gente ria com qualquer ventinho que desse embaixo do braço. O tronco é onde é mais bonito na mulher do que no homem. Atrás dele fica a espinha, que é uma porção de dobradiças pra gente poder sentar, se levantar, deitar e sair correndo quando acaba a aula. Se não fosse o tronco a gente seria só pernas o tempo todo.

(FERNANDES, Millôr. Conpozissõis Imfãtis. Rio de Janeiro: Nordica, 1975)


Postar um comentário