Veja os 10 carros mais futuristas da história


Veja os 10 carros mais futuristas da história

Veja os 10 carros mais futuristas da história

Conheça modelos de produção de automóveis que se destacaram em suas épocas pelo design e tecnologias do futuro
1 - Renault Avantime
Em 2001, a Renault queria inovar com um carro que fosse um meio termo entre cupê e minivan. E os problemas começaram exatamente pela falta de identidade. Um design moderno mas esteticamente errado pode trazer resultados desastrosos. E foi o que aconteceu com o Avantime, que em dois anos vendeu apenas 8.000 unidades. Com três portas, o automóvel tinha um espaço interior surpreendente e foi oferecido com a motorização 3.0 L V6. Em maio de 2003, diante do fracasse de vendas, a marca francesa decidiu parar a produção do Avantime .
2 - Lancia Stratos
Primeiro veículo projetado para ser um carro de rally e com o único objetivo de ganhar o Campeonato Mundial de Rally. Para isso, a Lancia decidiu produzir 500 unidades do modelo, quantidade necessária para competir no Grupo 4 do campeonato. E venceu a competição em 1974, 1975 e 1976.

CONHEÇA: MOTO DIGITAL.
motodigital.com.br 
3 - McLaren P1
O superesportivo capaz de atingir 915 cv tem duas responsabilidades: substituir a McLaren F1, um dos maiores superesportivos da história, e competir com rivais como o novo Porsche 918 Spyder e a LaFerrari. O resultado não poderia ser melhor: as 375 unidades que serão produzidas já estão vendidas ou reservadas. O carro vem equipado com dois motores, um elétrico de 178 cv que trabalha em conjunto com o poderoso 3.8 litros V8 com 737 cavalos.
4 - Aston Martin Lagonda
A controversa série Lagonda 2 foi lançada em 1976 e , acredite ou não , seu sucesso foi tão grande que fez as ações Aston Martin dispararem. A enorme quantidade de encomendas para o carro aconteceu em função de ter sido o primeiro quatro portas fabricado pela marca britânica e os primeiros no mundo a oferecer instrumentos computadorizados e displays digitais. A interface eletrônica custou quatro vezes mais do que o resto do carro e, no final, o carro levou fama de falhar demais em seus comandos digitais.
5 - Mercedes 300 SL
Um dos primeiros superesportivos construídos na história dos automóveis. O modelo de dois lugares é conhecida por suas distintas portas do tipo “asas de gaivota” e por ser o primeiro carro equipado com um motor a gasolina de injeção direta de combustível. É considerado um dos modelos da Mercedes-Benz mais procurados por colecionadores, com os preços chegando a cerca de um milhão de dólares, o equivalente a R$ 2,3 milhões. Sem qualquer dúvida, é um dos carros mais bonitos de todos os tempos.
6 - Bugatti Veyron
Superesportivo projetado e desenvolvido pela Volkswagen. Lançado em 2005, se destaca pela tecnologia inovadora e o instigante design tanto exterior quanto interior. É considerado o carro mais rápido do mundo.
7 - Porsche 959
Este belo serviu de base para o primeiro Porsche 911 Carrera com tração integral. Durante o seu tempo de produção, o superesportivo tinha como rival solitária a poderosa Ferrari F40.
8 - DeLorean DMC 12
Este carro brilhou nas telas do cinema na trilogia "De Volta para o Futuro". A idéia de portas tipo “asas de gaivota” e corpo de metal em aço inoxidável foi o ponto de partida para o desenvolvimento do modelo. Chegou ao mercado em 1981 , mas a quebra da DeLorean no ano seguinte pôs fim à produção do modelo.
9 - Chrysler Turbine
No início da década de 1960, diante do alto custo e da poluição resultantes do consumo excessivo de combustível , a Chrysler procurou uma alternativa para movimentar seus veículos. Em 1963, introduziu o Turbine, um carro movido a turbina capaz de funcionar com diferentes combustíveis derivados de petróleo ou álcool. O motor produzia 130 cv a 3.600 rpm e foi acoplado a um câmbio automático de três velocidades . Era um veículo de tração traseira e não tinha radiador. Seu design e tecnologia eram extremamente avançados para os carros da época.
10 - Citroën DS
O DS foi o sucessor do Traction Avant e, como ele, o trouxe grande tecnologia para seus modelos. Primeiro foi o sistema de suspensão hidropneumática, capaz de ajustar a altura do carro a ponto de permitir sua circulação até sem uma das rodas traseiras. O sistema de freio a disco começou a se popularizar a partir do DS. Mas, com tudo isso, se tornou um veículo de manutenção complicada e cara. do AutoCosmos.com/Argentina
exclusivo no Brasil para MotorDream