Vejas as 10 estradas mais perigosas do mundo


Vejas as 10 estradas mais perigosas do mundo


Vejas as 10 estradas mais perigosas do mundo
Seja pelo pavimento, pela condição climática ou por pirambeiras insanas, algumas estradas do mundo são verdadeiras armadilhas
por Alejandro Marimán Ibarra
do AutoCosmos.com, com exclusividade no Brasil para MotorDream
Sempre há riscos quando se encara uma estrada. Em alguns casos, esses riscos beiram a insanidade. O AutoCosmos.com – parceiro editorial de MotorDream na América Latina – selecionou as dez estradas mais perigosas do mundo para se trafegar. Seja pelas condições da pista, efeitos do clima, ladeiras íngremes, curvas fechadas ou baixa visibilidade, essas vias tornaram-se verdadeiras "caminhos da morte" para os motoristas.
Veja a lista abaixo, feita em ordem crescente de periculosidade: 
 
10) Rota 5 Arica-Iquique / Chile

 
No extremo Norte do Chile, há um trecho de 200 km da Rota 5 que une as cidades de Arique e Iquique. Se trata de uma rota reconhecidamente perigosa pelos vales profundos, mas também por sua beleza desconcertante. O passeio é excepcional e é comum entrar ônibus viajando em altas velocidades. Tudo isso no meio de um sol escaldante com rajadas fortes e repentinas de vento. No lados da pista não é raro encontrar "esqueletos" de veículos envolvidos em acidentes.


 
9) Sichuan-Tibet
 
A estrada que liga a província de Sichuan, China, e o Tibet é um caminho que está entre 4 mil e 5 mil metros de altitude. Deslizamentos de terra e avalanches de pedra são comuns. O trajeto atravessa dezenas de rios, florestas nativas e inúmeras áreas perigosas. Com 2.412 km, a estrada começa em Chengdu e termina em Lhasa, no oeste do Tibet.

 
8) Espinazo del Diablo - México
 
Em meio a paisagens raras e bonitas, mas também precipícios perigosos, está a chamada "Espinha do Diabo". A rota conecta as cidades de Durango e Mazatlan, no México. Com encostas íngremes e estradas estreitas, tornou-se famosa por tirar a vida de milhares de pessoas. Definida como tenebrosa, com neblina densa, sem espaço para de parar nos seus arredores, sem posto de gasolina no caminho e ainda com animais cruzando a pista de forma intempestiva. Para muitos, os 10 km de distância valem o risco. Seu nome deriva dos efeitos que são gerados pela luz e sombras em uma seção que tem barrancos nos dois lados. O que se vê é própria a silhueta do diabo.

 
7) Trollstigen - Noruega
 
A estrada de Trollstigen é um caminho de montanha em Rauma, na Noruega. É uma atração turística real devido ao seu declive íngreme e 11 curvas fechadas. Apesar da recente expansão, veículos com mais de 12,4 metros de comprimento estão proibidos de passar. No top há uma grande área de estacionamento que permite o motorista não só esticar as pernas, mas também contemplar as curvas e a imponente cachoeira de 320 metros de altura. A Trollstigen levou oito anos para ser construída e foi inaugura em 1936.

 
6) Stelvio Pass - Itália
 
Está localizada nos Alpes italianos, perto de Bormio e Solda, a 75 km de Bolzano, perto da fronteira com a Suíça. Embora possa não ser tão arriscada como outras rotas mortais, certamente é impressionante pela quantidade de curvas, 48 no total. Um verdadeira teste para aqueles que ficam enjoados na estrada. 
 
 
5) Halsema - Filipinas 
 
Esta estrada é a mais alta nas Filipinas. Ele é de 241 km de extensão, liga as províncias de Baguio e Benguet no norte de Luzon. Desabamentos, deslizamentos de terra e rochas são comuns ao longo de toda sua extensão. Motoristas de ônibus viajam sempre em alta velocidade, o que a torna muito perigosa para veículos menores.

 
4) Estrada/túnel Guoliang - China
 
As montanhas fazem parte da cordilheira chinesa, que corre ao longo da borda oriental do Planalto de Loess nas províncias de Henan, Shanxi e Hebei.  A cadeia se estende a 400 km de Norte a Sul e tem uma altitude média de 1.500 a 2.000 metros acima do nível do mar. Sobre ela se construiu um túnel de um quilômetro de extensão para chegar à vila de Guoliang, e abriu ao público em 1977. Tornou-se uma atração turística popular na China, mas é extremamente perigosa nas estações chuvosas.
 

 
3) Yakutsk - Rússia
 
A estada federal russa que liga Moscou a Yakutsk registou a temperatura mais baixa já registrada fora da Antártida: -45º C. Nela, a maioria das casas são construídas sobre palafitas devido ao chão de concreto frio. Mas o que isso tem a ver com as estadas mais perigosas do mundo? Bem, durante o inverno – que dura cerca de 10 meses – a condução na estrada fica sujeita à neve, gelo, faixas congeladas e visibilidade reduzida. Como se isso não bastasse, o congestionamento de carros com os passageiros "presos" no trânsito são a combinação perfeita a atuação de roubos e até mesmos sequestros.

 
2) Dalton Highway - Alaska/EUA
 
A rodovia James Dalton é uma estrada de cascalho de 616 km de extensão e que ainda cruza lagos congelados. É a principal rota de abastecimento para os campos de petróleo de Prudhoe Bay. Os condutores dividem as pistas com caminhões que transportam cargas pesadas e geram espessas nuvens de poeira e lama, que reduzem bastante a visibilidade. Nem sinal de restaurante de beira de estrada ou postos de serviço para reabastecer ou fazer um lanchinho.

 
1) Camino de Las Yungas - Bolivia
 
É considerada a estada mais perigosa do mundo. Com uma extensão de 80 km ligando as cidades de La Paz e a região de Yungas, na Bolívia sub-andina. É também uma das poucas rotas que ligam a Floresta Amazônica do Norte do país à cidade de La Paz. Seu percurso é caracterizado por encostas íngremes e em alguns trechos a largura pode chegar a apenas três metros. Também na região, chuva, nevoeiro, lama e deslizamentos de rochas são comuns. Um dos mais famosos acidentes ocorreu em 1983 quando um ônibus saiu da estrada e mais de 100 pessoas perderam a vida. Em média, por ano, são registrados 209 acidentes com 96 mortes.