De maneira bem resumida, o plano consiste em: 1. Baixar custos. 2. Ampliar canais de vendas. 3. Otimizar esforços na internet. 4. Foco intenso em fidelização de clientes. 5. Marketing de guerrilha. 6. Endomarketing. 7. Unir-se a outros empresários em associações de classe. 8. Inovação – lançamento de novos produtos e serviços de maneira muito direcionada.

Ao infinito e além! Se essa é a direção que você quer dar ao seu negócio, veio ao lugar certo. Para fazer sua empresa alçar novos vôos, montar um plano de crescimento é um bom primeiro passo.
Esteja você precisando traçar o caminho da sua estratégia de expansão ou seduzir seus investidores que financiem essa expansão, é preciso entender o passado e olhar para o futuro para colocar em prática os sonhos que você tem para sua empresa! O infográfico abaixo reúne tudo que você precisa saber para montar um plano de crescimento completo. E assim começamos a contagem regressiva para seu negócio decolar!
10, 9, 8, 7, 6…

Recrutamento e seleção. Dicas.


Definir o perfil desejado.
Saber o que você deseja do profissional. Definir as funções do cargo.
Perceber algumas características importantes.
Empatia, atributo de persuadir, auto-confiança para superar objeções e informação para auxiliar o cliente a se decidir.
Defina qual o perfil do profissional de vendas que você deseja na sua loja?
Criativo, ousado, ambicioso, dinâmico, adaptável, agressivos...
Analisar currículo.
Verifique a trajetória profissional, formação escolar, proximidade do local de trabalho e veracidade das informações.

VÍDEO 3


Trabalho em Equipe.


Trabalho em Equipe.
Trabalhar em equipe é sem dúvida muito produtivo e ao mesmo tempo desafiador.
Conversando com nossos alunos quando ministramos treinamentos voltados para o tema, in company, identificamos que os grupos geralmente chegam com muitas queixas prontas. Parece que fica sempre muito complicado vencer as resistências, que incluem desmotivação, falta de liderança, rotinas, desconfiança e sistematização de normas que restringem a criatividade.

COMO PLANEJAR AULAS E TREINOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Descrição
No plano de aula o professor organiza as unidades a serem desenvolvidas, descrevem os métodos que devem ser utilizados para a aplicação de cada conteúdo, os recursos que serão necessários e as metas a serem atingidas. Desta forma, o plano de aula é uma ferramenta indispensável para o professor que deseja organizar melhor suas aulas e facilitar seu trabalho. A Educação Física requer um cuidado muito especial na elaboração deste planejamento, por isso elaborei este material para ser uma ferramenta de trabalho para professores de Educação Física, acadêmicos, treinadores esportivos e instrutores de academias que queiram trabalhar com atividades físicas e treinamento funcional.

Conteúdo Programático

Ensinamentos de Como Elaborar seus Planos de Aulas de Educação Física, com modelos prontos e direcionando para os objetivos e metodologias a serem aplicadas de acordo com a faixa etária dos(as) alunos(as).

1 - TREINAMENTO FUNCIONAL 100 EXERCÍCIOS:
Aqui você encontrará além dos exercícios : - ESTRUTURA DOS PROGRAMAS DE TREINO; - PERIODIZAÇÃO; - DINÂMICAS DE AULAS; - CARACTERÍSTICAS DO PERSONAL COLETIVO; - MODELO DE TREINO COM ROTEIRO; - COMO MONTAR UM CENTRO DE TREINAMENTO

2 - COMO MONTAR TREINOS DE VOLEIBOL O presente trabalho ressalta a importância do profissional de educação física na busca constante por literaturas que contenham exercícios e treinos para auxiliar no seu trabalho. O tema “ Voleibol Como Montar Treinos Passo a Passo com mais de 170 exercícios” É UMA EXCELENTE ferramenta para o trabalho dos profissionais que almejam cada vez mais propor atividades diversificadas para as crianças, adolescentes e adultos . Tem por objetivo oportunizar a muitos profissionais que têm dificuldade em elaborar treinos de uma forma organizada e sistemática de acordo com a faixa etária da sua clientela. Nele você encontrará : -História do Voleibol -Fundamentos -Sistema de Jogos *+ de 170 Exercícios -Plano de Aula/Treino -Mini Vôlei

3 - 500 JOGOS E BRINCADEIRAS excelente ferramenta para professores de Educação Física, Pedagogas e Professores dos Ensinos Infantil e Fundamental. São fontes históricas de baseados em autores e também, da minha vivência como docente na área de educação por 20 anos. Aproveitem esta grande oportunidade.

4 - EDUCAÇÃO FÍSICA PARA ALUNOS ESPECIAIS : Com este e-book deseja-se oferecer subsídios para as tomadas de decisões no que se refere à política do trabalho de inclusão junto às escolas, indicar mecanismos de preparação de professores de Educação Física que atuam na área, quanto à melhoria da prática escolar, e oferecer indicadores para as propostas curriculares nos planos das instituições e a dinâmica dos professores em seu processo ensino/aprendizagem principalmente na Educação Física Escolar 1 . A EDUCAÇÃO ESPECIAL AO LONGO DOS ANOS 2. A INCLUSÃO NO AMBIENTE ESCOLAR 3. A EDUCAÇÃO FÍSICA ADAPTADA 4. ATIVIDADES PRÁTICAS E EXERCÍCIOS .
 
 

Campanha de incentivos – 6 verdades para você não errar a sua.


1. Orçamento antes de tudo – Quanto você pode gastar?
2. Idade pesa – Não pode incentivar vendedores de 19 ou 20 anos
da mesma maneira que incentiva profissionais de vendas de 40
ou 45 anos.

3. Sexo também – Homens não ficam muito satisfeitos ao receber
kits de cosméticos como prêmio. Existe diferenças no modo de motivar homens e mulheres.

4. Tenha algo para exibir – Mesmo que a premiação seja em
dinheiro, invente algo para mostrar que a pessoa ganhou. Isso
aumenta a motivação.


 5. Trabalhe com duas metas – A curto e longo prazos. Metas
próximas incentivam mais.
6. Plano de incentivo não resolve todos seus problemas de vendas.
– Veja se você não tem uma deficiência crônica em vendas que
merece um estudo maior e melhor.

Pacote para Concurso - Editora AudioJus

Acesso ao Clube AudioJus por 5 anos! +120 eBooks e seus respectivos áudios * Videos tutorias (como usar o material da melhor forma possível) * Entrevistas com pessoas que passaram no concurso dos sonhos * Futuras Atualizações * Todos os novos produtos (lançamentos) da Editora. 10 Bônus 1) eBook: Memorização para Provas e Concursos 2) eBook: Como Chutar em Provas e Concursos 3) Bônus Gerson Aragão: "Resolução de questões de provas" 4) Bônus Leandro Lima: "Como Montar Plano de Estudo" 5) Bônus Victor Ribeiro: "Aprendendo na Velocidade da Luz" 6) Bônus Nelson França "30 questões mais frequentes de Direito Constitucional" 7) Bônus professor Nelson França "Administração Pública" 8) Bônus Isis Moreira ebook "Nutrição cerebral: 6 passos para Turbinar sua inteligência" 9) Bônus André Knap: Como Garimpar e Encontrar Ótimos Concursos que Pouca Gente Conhece 10) Bônus do Allan Costa: "7 Dicas Matadoras Para Viajar Mais Pagando Menos" SUPER BÔNUS: Acesso ao nosso Grupo Secreto no Facebook.
Mais informações aqui.     LINK!

Como fugir da zona de conforto e transformar idéias em projetos de sucesso.

Especialista afirma que dedicação é a chave do sucesso para o empreendedorismo, já o comodismo é o início do declínio.

Uma característica marcante dos negócios de sucesso é que, por mais que as empresas se encontrem em momentos bons (estáveis), procuram novos desafios e maneiras de se reinventar.Por isso, ser empreendedor não é tarefa das mais fáceis. Além dos riscos pertinentes, existem também as características inerentes a personalidade de cada um. Essas características podem ser determinantes para uma trajetória de sucesso ou para o fracasso de um projeto.

Como fugir da “zona de conforto” e transformar idéias em projetos de sucesso.

Nesse aspecto, uma dica do consultor empresarial Marcio Nobre, sócio da Nobre Consultoria Empresarial, é que o empreendedor sempre busque fugir da zona de conforto. "O problema do profissional comum, assim como em qualquer área, é o comodismo. Conquistam alguma coisa e já se sentem realizados. Esse é o início do declínio", explica Nobre.

A maioria das pessoas tem apenas planos e não ações planejadas

Antes de tudo, é importante saber a diferença entre plano e planejamento. A maioria das pessoas tem apenas planos e não ações planejadas. O plano é algo vago. As coisas ficam meio no ar, não passando de retórica e divagação poética. Não há um comprometimento maior, sendo que as maiorias dos planos acabam não sendo colocados em prática.
Entretanto, nesse mundo altamente competitivo e agressivo não podemos viver só de planos. É necessário que haja planejamento, o qual tem muito mais consistência que simples planos. Mas, o que é planejar? Planejar é pensar antes de fazer. É prever itens e ações importantes para que os objetivos propostos sejam atingidos. Podemos dizer que o planejamento é composto de objetivos menores que, se realizados, concretizam o objetivo maior.
Quando viajamos para lugares desconhecidos, ganhamos tempo e evitamos surpresas quando usamos um mapa, não é mesmo? É preferível e mais prático gastar algum tempo planejando nosso roteiro do que estar perdido ou ir pelo caminho mais longo pela falta dele.
Na nossa vida pessoal e profissional é igual. Precisamos de um “mapa” chamado planejamento. Noto que as pessoas e líderes de sucesso planejam o que vão fazer. Alguns o fazem de maneira mais formal, outros de maneira mais empírica. É claro que o planejamento não pode ser algo inflexível. Na maioria das vezes é necessário ter “rotas alternativas”, as quais atendam às novas necessidades da realidade, especialmente num ambiente de crescentes mudanças. Assim agindo, haverá mais chances na conquista dos objetivos. Lembre-se: apenas boas ideias e vontade não bastam para a conquista de resultados.
Infelizmente, muitas pessoas não têm o hábito de planejar, o que envolve a atitude de sentar e pensar mais detalhadamente naquilo que é importante para conquistar o que se quer. É notório que isso não é muito agradável nem emocionante. Muitas pessoas e profissionais preferem sair fazendo as coisas e só depois notam que esqueceram algo importante. Aliás, muitas vezes isso compromete os objetivos traçados. Também é comum descobrir que havia uma maneira muito mais eficiente e barata de fazer o que foi feito. Quantas paredes já foram erguidas e depois derrubadas por falta de planejamento? Quantos “quilômetros” extras já foram percorridos pelo mesmo motivo? Verdadeiras fortunas são desperdiçadas diariamente por falta de planejamento. Quando este não é feito, todos os custos aumentam e o retrabalho é uma constante. É comum ouvir as pessoas dizendo: “eu não tinha tempo suficiente para planejar”. Existe um dito popular que diz: “se você não tem tempo para planejar, de onde vai arrumar tempo para fazer de novo o que deu errado?” Um dos benefícios do planejamento é justamente ganhar tempo e economizar dinheiro.
Quais as desculpas para não planejar? Seguem algumas frases típicas:
  • “As mudanças são muito rápidas e os planos se tornam obsoletos instantaneamente”.
  • “Não vale a pena, pois não se sabe como será o amanhã”.
  • “Não tenho tempo para isso”.
  • “É muito chato e cansativo”.
  • “Não preciso, pois lembro tudo de cabeça”.
O planejamento é basicamente composto por sete perguntas:
  1. O QUÊ? = atividades que precisam ser feitas;
  2. POR QUÊ? = justificativa para tais atividades;
  3. ONDE? = local da ação;
  4. COMO? = maneiras de realizar tais atividades;
  5. QUANDO? = cronograma das atividades ou tarefas;
  6. QUEM? = pessoas que vão ficar responsáveis pela atividade;
  7. QUANTO? = recursos e custos necessários para a atividade.
É óbvio que formular um plano e esperar que as coisas aconteçam não basta. Mas, infelizmente, isso acontece. Conheço pessoas que planejam tudo que querem fazer, colocando tudo no papel, mas não passa disso. Apesar do seu alto nível de planejamento, tais pessoas têm baixo nível de “fazejamento”, ou seja, o verbo agir não existe no dicionário delas. Assim, o mais produtivo é planejar e agir.

O Círculo Dourado: o segredo dos grandes líderes para inspirar seus apoiadores



O Círculo Dourado: o segredo dos grandes líderes para inspirar seus apoiadores.

A ideia do círculo de ouro começou com o inglês Simon Sinek e ficou conhecida quando o mesmo publicou o livro “Starts With Why”, que aqui no Brasil foi lançado com o nome de “Por Quê? – Como Grandes Líderes Inspiram Ação”. Desde então muitos publicitários e profissionais de marketing tem utilizado a metodologia do autor para analisar as campanhas dos concorrentes e as que eles mesmos produzem.

Aplique a ferramenta 5W2H em suas metas

A técnica tem esse nome porque, originalmente, foi criada em inglês e consiste em responder a estas sete perguntas: “What?", "Who?", "When?", "Why?", "Where?", "How?" e "How much?”. Ou seja: “O quê?", "Quem?", "Quando?", "Por quê?", "Onde?", "Como?" e "Quanto custa?”.
  1. O que (irei fazer para isso)? – Ampliar minha carteira de clientes, solicitando indicações aos meus clientes e prospectar três clientes a mais por dia.
  2. Por que? – Para vender mais e aumentar minhas comissões.
  3. Como? – Pedirei indicações para os meus clientes por meio de telefonemas e visitas pessoais.
  4. Quem? – Eu e os clientes X, Y e Z.
  5. Onde? – Na empresa e na casa do cliente ou por meio do meu telefone.
  6. Quando? – Durante três dias por semana, nos próximos 11 meses.
  7. Quanto (irei precisar para colocar isso em prática)? – O custo é baixo. Abrange deslocamentos até o cliente, telefonemas e o custo de alguns cafés, sucos ou refrigerantes.

Foco: um fator determinante do sucesso ou do fracasso

Foco é uma questão essencial para instituições, empresas ou pessoas. Assim, um exército que luta em várias frentes tem suas forças dissipadas e aumenta consideravelmente a probabilidade de perder a guerra. Uma empresa que tem múltiplos focos pode acabar tendo baixa produtividade e ir a banca rota, ou como diz Al Ries: "Foco é uma questão de vida e morte para uma empresa". Para pessoas vale a Lei da Atenção Concentrada (Foco) de Charles Baudouin: "Quando uma pessoa foca a sua atenção numa ideia, esta tende a se concretizar por si mesma". E cabe ressaltar que isto tanto vale para o bem como para o mal, ou seja, quem foca no negativo, negativo vai ter. Assim, se você quiser se sentir mal é fácil, é só focar em todas as tragédias do mundo e, em pouco tempo, você vai estar deprimido ou dominado por outras emoções negativas. Em suma, foco é como diz uma música composta por Billy Blanco: "O que dá para rir também dá para chorar".

A cada manhã um novo dia está diante de você.

Um rico empresário na Índia estava prestes a se aposentar. Ele chamou seus dois filhos para falar sobre seus planos.
- Vocês são bons filhos e homens capazes, disse. Eu não sei qual de vocês eu vou deixar responsável por toda a minha propriedade. Por isso, vou testá-los.
Então, ele deu uma moeda para cada um dos filhos, dizendo:
Peguem esta moeda e comprem algo que possa encher esta casa.
A moeda que o homem deu para os filhos era de pouco valor e sua casa era grande e cheia de aposentos. Ambos sabiam que seria uma tarefa difícil. O filho mais velho não perdeu tempo. Correu para o mercado e começou a pesquisar o preço de vários objetos. Ele decidiu que a maior quantidade de material que poderia comprar era palha. Assim, adquiriu o máximo de palha possível com a moeda e carregou um grande fardo para casa. Contudo, a palha cobriu apenas o chão da casa. 
Já o filho mais novo parou para pensar no teste do pai. Ele sabia que apenas uma compra muito diferente passaria por sua prova. Quando voltou, ele carregava apenas um pequeno pacote. Seu irmão riu:
Você espera encher a casa com isto?, comentou, apontando para o pacote.
O filho mais novo não disse nada. Abriu o pacote e tirou algumas velas. Colocou uma vela em cada quarto. Quando ele as acendeu, a casa inteira estava cheia... de luz!


 Todos os dias encaramos a mesma escolha desses dois irmãos. A cada manhã um novo dia está diante de você. Você pode preenchê-lo com escolhas que trazem apenas conflito, escuridão e desapontamento. Ou pode preencher seu dia com escolhas que brilharão para todos que o cercam.

Lembrem-se: priorize sempre as coisas mais importantes.



Um consultor, especialista em gestão do tempo, quis surpreender a assistência numa conferência. Tirou debaixo da mesa um frasco grande de boca larga. Colocou-o em cima da mesa, junto a uma bandeja com pedras do tamanho de um punho, e perguntou:
- Quantas pedras vocês pensam que cabem neste frasco?
Depois dos presentes fazerem suas conjecturas, começou a colocar as pedras até que encheu o frasco.
E aí perguntou: - Está cheio?

Os Três desejos de Alexandre...

Por isso que ele era chamado de 'O GRANDE'
Os 3 últimos desejos de ALEXANDRE O GRANDE:
1, Que seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época;
2, Que fosse espalhado no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistado como prata , ouro, e pedras preciosas ;
3, Que suas duas mãos fossem deixadas balançando no ar, fora do caixão, à vista de todos.
Um dos seus generais, admirado com esses desejos insólitos, perguntou a ALEXANDRE quais as razões desses pedidos e ele explicou:
1, Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura perante a morte;
2, Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem;
3, Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos.

Dicas para liderar melhor.

Autodesenvolvimento – Um dos principais trabalhos do líder é construir uma equipe que aprenda a trabalhar e lidar com as novas tendências. O primeiro passo do líder que ensina é aumentar a adaptabilidade de sua empresa. Para isso, ações como diminuir a burocracia, eliminar a punição ao erro e estimular a aprendizagem contínua são fundamentais.
Benefícios – São uma forma de demonstrar respeito ao colaborador. As melhores empresas buscam oferecer benefícios exclusivos e personalizados, e não simplesmente o que o mercado ou a concorrência oferece. Eles tendem a ser menos paternalistas e mais voltados às reais necessidades dos funcionários.
Brainstorming – Na hora de estimular a criatividade de sua equipe, tenha regras claras, como: evitar julgamentos, esperar o outro terminar de falar, quanto mais ideias melhor e regras similares que permitam que todos expressem sua opinião. De preferência, espalhe-as pelas paredes da sala de reunião. Todos irão respeitá-las mais facilmente.

O Guia Completo dos Tamanhos de Imagens para Redes Sociais

Para todos que estão produzindo conteúdo para redes sociais, estar atento ao tamanho ideal para as imagens que serão utilizadas nas publicações é tarefa obrigatória. E, temos que ressaltar, que seu foco não deve ser apenas o Facebook. Outras redes sociais crescem a cada dia, como por exemplo o Youtube e o LinkedIn, e ganham importância no cenário de divulgação de conteúdo e estratégias de marketing.
Por isso, é vital que você saiba todos os tamanhos de imagens das redes sociais que irá usar e pretendemos deixar todas as dicas mastigadas neste post! Tanto no computador, tablet ou telefone, todos estarão de olho na divulgação do seu conteúdo. Portanto, seja para sua página pessoal, seja para fan page de seu negócio, tenha atenção aos dados a seguir, para que suas imagens tenham o melhor aproveitamento possível.

Plano ou planejamento?

Antes de tudo, é importante saber a diferença entre plano e planejamento. A maioria das pessoas tem apenas planos e não ações planejadas. O plano é algo vago. As coisas ficam meio no ar, não passando de retórica e divagação poética. Não há um comprometimento maior, sendo que as maiorias dos planos acabam não sendo colocados em prática.

Entretanto, nesse mundo altamente competitivo e agressivo não podemos viver só de planos. É necessário que haja planejamento, o qual tem muito mais consistência que simples planos. Mas, o que é planejar? Planejar é pensar antes de fazer. É prever itens e ações importantes para que os objetivos propostos sejam atingidos. Podemos dizer que o planejamento é composto de objetivos menores que, se realizados, concretizam o objetivo maior.

O Cliente nem sempre tem razão

Uma das máximas mais difundidas no mundo dos negócios diz que o cliente tem sempre razão. A legislação que dita os direitos dos consumidores e alguns entendimentos da Justiça, no entanto, têm mostrado que essa afirmação nem sempre é verdadeira. Confira as principais reivindicações dos consumidores e o que diz a lei sobre as mesmas:

Serviços – Coloque em prática o ciclo PFAA

Planejar – Antes de qualquer coisa, planeje a venda de serviços,
a começar pela previsão da demanda.
Fazer – Execute o trabalho em si.
Avaliação – Mensure constantemente a satisfação do cliente com
o serviço vendido.
Ação – Procure traçar ações relativas à melhoria contínua e ao
ajuste das necessidades do cliente.



Quando alguém lhe fechar uma porta, não gaste energia com o confronto. Procure as janelas.

Um homem trabalhava como porteiro no pior lugar da cidade e nunca tinha aprendido a ler nem a escrever. Certo dia, entrou um gerente cheio de ideias, que decidiu modernizar o estabelecimento. Disse ao porteiro:
– A partir de hoje, o senhor, além de ficar na portaria, vai preparar um relatório semanal onde registrará a quantidade de pessoas que entram.
– Eu adoraria fazer isso senhor, mas eu não sei ler nem escrever.
– Ah! Sinto muito! Sendo assim não poderá trabalhar mais aqui.

“Se queres que as coisas melhorem, deves acompanhá-las constantemente.”

Um granjeiro pediu certa vez a um sábio que o ajudasse a melhorar sua granja que tinha baixo rendimento. O sábio escreveu algo em um pedaço de papel e colocou em uma caixa, fechou e entregou ao granjeiro dizendo:
- Leva esta caixa por todos os lados de sua granja, três vezes ao dia, durante um ano.
Assim fez o granjeiro. Pela manhã, ao ir ao campo segurando a caixa, encontrou um empregado dormindo quando deveria estar trabalhando. Acordou-o e chamou sua atenção. Ao meio dia, quando foi ao estábulo, encontrou o gado sujo e os cavalos sem alimentar. E à noite, indo à cozinha com a caixa, deu-se conta de que o cozinheiro estava desperdiçando os gêneros. A partir daí todos os dias ao percorrer sua granja, de um lado para outro, com seu amuleto, encontrava coisas que precisavam ser corrigidas.
 Ao final do ano, voltou a encontrar o sábio e lhe disse:
- Deixa esta caixa comigo por mais um ano, minha granja melhorou o rendimento desde que estou com esse amuleto.
O sábio riu e, abrindo a caixa, disse:
- Podes ter este amuleto pelo resto de sua vida.
 No papel havia escrito a seguinte frase: “Se queres que as coisas melhorem, deves acompanhá-las constantemente. ”

Carregando feijões ou problemas

Reza a lenda que um monge, próximo de se aposentar, precisava encontrar um sucessor.
Entre seus discípulos, dois já haviam dado mostras de que eram os mais aptos, mas apenas um poderia sucedê-lo. Para sanar as dúvidas, o mestre lançou um desafio para colocar a sabedoria dos dois à prova. Ambos receberam alguns grãos de feijão que deveriam colocar dentro dos sapatos, para então empreenderem a subida de uma grande montanha.

Por que alguém seguiria você?

Esta foi a pergunta definitiva que o norte-americano Blaine Lee, referência mundial em gestão do desempenho humano e um dos fundadores da consultoria FranklinCovey Co.,autor do livro "O Princípio do Poder" fez aos líderes quando esteve no Brasil,no final do ano passado. O conselheiro dos grandes nomes do mundo corporativo afirmou que nunca antes os líderes afetaram tanto as pessoas e os resultados das empresas, e que esse não é um processo que acontece só no Brasil, mas em todo mundo. “Hoje vivemos na era do conhecimento, na qual o capital intelectual é fundamental para o sucesso de uma empresa, a forma com que o líder se relaciona com seus subordinados pode fazer toda a diferença”, ressalta Lee, que vai além, chamando a atenção para o quanto a sua conduta como líder pode afetar os resultados da empresa. 

A década da destruição (Na trilha dos Uru-Eu-Wau-Wau) Parte 01/02


Esta história é uma homenagem aos profissionais que vão além.

Um homem foi chamado à praia para pintar um barco. Trouxe com ele tinta e pincéis, e começou a pintar o barco de um vermelho brilhante, como fora contratado para fazer. Enquanto pintava, percebeu que a tinta estava passando pelo fundo do barco. Percebeu que havia um vazamento e decidiu consertá-lo. Quando terminou a pintura, recebeu seu dinheiro e se foi. 
No dia seguinte, o proprietário do barco procurou o pintor e presenteou-o com um belo cheque. 

Seis passos para ter mais Influência e Persuasão

A maior autoridade mundial em Influência e Persuasão veio ao Brasil explicar como podemos nos aperfeiçoar na arte de convencer as pessoas. Conheça aqui os Seis Princípios de Persuasão e veja como ser mais efetivo em suas Negociações.

Desde que li Influence: the Psychology of Persuasion (lançado no Brasil pela Editora Campus como O Poder da Persuasão) sou um grande admirador de Robert Cialdini. Sua obra não só oferece valiosas lições sobre Influência e Persuasão, como também apresentou-me o instigante mundo da Psicologia Experimental - que inspirou a série Experimentos em Psicologia.